top of page

Por que os varejistas devem prestar mais atenção aos Baby Boomers na era digital?

Atualizado: 30 de mar. de 2023

Notícias sobre como a geração Z está influenciando o futuro do varejo são cada vez mais comuns, porém vemos poucas postagens sobre como atender às necessidades dos compradores Baby Boomers nesta nova era digital.

Embora os Gen Z sejam digitalmente experientes e tenham impulsionado mudanças significativas no comportamento do consumidor, as marcas e varejistas não podem ignorar os seus "compradores mais velhos".

Com 70% da renda disponível nos EUA e um gasto anual de US$ 3,2 trilhões, os Baby Boomers estão prontos para gastar, e desde o início da pandemia da COVID-19, 47% relataram um aumento nos gastos digitais.

No entanto, os varejistas precisam entender que os Baby Boomers têm necessidades e preferências diferentes e, à medida que a tecnologia de e-commerce se torna mais avançada, é essencial criar experiências de compras on-line úteis e intuitivas para essa audiência.

Para atender efetivamente aos compradores mais velhos, os varejistas precisam primeiro compreender seus valores, preferências e expectativas.

Ignorar os Baby Boomers pode significar perder uma fatia significativa do mercado e oportunidades valiosas de vendas.

Atualmente, ainda é comum vermos manchetes sobre como a Geração Z está influenciando o futuro do varejo, mas cada vez mais se destaca a importância de atender aos Baby Boomers nessa nova era do mercado.

Os Baby Boomers, que ainda detêm grande parte da renda disponível nos Estados Unidos, representam um segmento importante para as marcas e varejistas.

Ainda mais relevante é o fato de que, desde o início da pandemia de COVID-19, 47% dos consumidores dessa faixa etária relataram um aumento nos gastos digitais.

Com isso, é fundamental que as marcas e varejistas criem experiências de compra on-line que atendam às necessidades e preferências dos Baby Boomers.

À medida que a tecnologia de e-commerce se torna mais avançada, é necessário que as empresas compreendam os valores e expectativas dessa geração para oferecer soluções úteis e intuitivas.

Sendo assim, apesar de a Geração Z ser responsável por mudanças significativas no comportamento do consumidor, os Baby Boomers ainda são um segmento crucial para o sucesso das empresas no mercado atual.


O perfil atual do consumidor Baby Boomer.

O consumidor Baby Boomers é uma geração de grande importância para as marcas e varejistas, e entender suas características e preferências é essencial para oferecer a experiência de compra ideal.

Os Baby Boomers, nascidos entre 1946 e 1964, compõem a segunda maior geração nos EUA, com um total de 69,6 milhões de pessoas.

Muitos Baby Boomers decidiram permanecer no mercado de trabalho por mais tempo, aumentando sua riqueza e acumulando, em média, 12 vezes o patrimônio líquido das famílias Millennials, de acordo com um estudo da Lending Tree.

Apesar dos estereótipos comuns de que as pessoas mais velhas são avessas à tecnologia, a grande maioria dos Baby Boomers utiliza a internet diariamente.

Pelo menos 86% deles utilizam as redes sociais diariamente e 92% realizam compras online.

A combinação de riqueza e entusiasmo com as compras online torna os Baby Boomers um público-alvo privilegiado para marcas e varejistas.

Com a experiência de cliente correta, é possível aumentar as vendas e a fidelidade do cliente entre essa geração.

Os dados mais recentes indicam que, nos EUA, os Baby Boomers ainda representam uma parcela significativa do mercado consumidor.

Em 2021, estima-se que a geração Baby Boomer represente 28,9% da população dos EUA, ou cerca de 95 milhões de pessoas.

Além disso, a pandemia de COVID-19 acelerou a adoção de tecnologia pelos Baby Boomers, com um aumento de 35% no uso de tecnologia para compras online.

Outro fator importante a ser considerado é que os Baby Boomers têm um alto poder aquisitivo, sendo responsáveis por cerca de metade de todos os gastos com consumo nos EUA.

Isso significa que, ao oferecer uma experiência de compra personalizada e atraente para essa geração, as marcas e varejistas podem aumentar significativamente suas vendas e fidelidade do cliente.

Em resumo, os Baby Boomers são uma geração valiosa para o mercado de consumo, com grande poder aquisitivo e entusiasmo com as compras online.

Oferecer a experiência de cliente ideal para essa geração pode trazer benefícios significativos para as marcas e varejistas, aumentando as vendas e a fidelidade do cliente.


Tendências de consumo da Geração Baby Boomer: Como marcas e varejistas podem melhorar sua experiência de compra?


Com o envelhecimento da população, os compradores Baby Boomers (nascidos entre 1946 e 1964) se tornaram um público cada vez mais importante para as marcas e varejistas.

E Para garantir que essa geração possa desfrutar dos benefícios do e-commerce, as empresas precisam se adaptar às suas necessidades e preferências.


A seguir, estão cinco valores principais que os Baby Boomers consideram ao fazer compras online:

1- Acesso a informação:

Atualmente, os Baby Boomers continuam sendo cuidadosos em como gastam seu dinheiro, apesar de ainda terem uma renda média maior do que outras gerações.

De acordo com pesquisas recentes, cerca de 85% dos compradores mais velhos dedicam seu tempo para pesquisar produtos e serviços online, enquanto 70% procuram por vídeos relevantes antes de realizar uma compra.

Para otimizar a experiência de compra dos Baby Boomers, é essencial tornar o processo de pesquisa o mais fácil e intuitivo possível.

Isso pode ser alcançado através de uma navegação simples no site, com uma interface de usuário clara que facilite a localização de informações relevantes, como a barra de pesquisa, botões de categoria, descrições de produtos, avaliações de clientes, menu interativo e outras fontes de informações que apoiem a pesquisa.

Uma abordagem eficaz é oferecer informações sob demanda por meio de consultas individuais com especialistas em produtos ou chatbots. Surpreendentemente, apesar do estereótipo de que os compradores mais velhos preferem o atendimento pessoal, os Baby Boomers gostam da imediatez que os chatbots oferecem.

Na verdade, eles são 24% mais propensos a usar chatbots do que os Millennials quando se trata de adotar essa tecnologia.

Portanto, oferecer essa opção pode aumentar a satisfação do cliente e facilitar o processo de compra para essa geração.


2- Simplicidade:

Os Baby Boomers ainda estão dispostos a utilizar tecnologias de e-commerce, mas esperam uma experiência simplificada e amigável ao usuário.

De acordo com dados de 2022, a geração Baby Boomers é responsável por 27% das compras online nos Estados Unidos.

Para otimizar a experiência do usuário, é importante que a interface do usuário e a navegação no site sejam intuitivas e simples.

Além disso, a implementação de soluções de alta tecnologia, como a realidade aumentada, busca por voz e busca visual, pode aumentar o valor médio do pedido e a receita, desde que a facilidade de uso seja priorizada.

Ao implementar essas tecnologias, é fundamental considerar a jornada do cliente e onde a maioria dos compradores interagirá com essas ferramentas.

É importante também, garantir que as ferramentas sejam fáceis de localizar e que os botões e ícones que representam essas capacidades sejam facilmente interpretados pelos compradores.

Além disso, é fundamental fornecer suporte ou instrução ao usuário, como destaques de recursos, dicas e demonstrações, para simplificar o treinamento.

Garantir que os compradores de todas as faixas etárias e níveis de experiência possam descobrir rapidamente como usar as ferramentas de e-commerce aumentará o engajamento e a satisfação do cliente, resultando em maiores vendas.

Em 2022, a simplificação da experiência do usuário é uma das principais prioridades das empresas de e-commerce para atender às expectativas dos Baby Boomers e outras gerações.


3- Flexibilidade:

Os Baby Boomers ainda representam uma parcela significativa da população com poder de compra, embora estejam sendo gradualmente superados em número pelas gerações mais jovens.

De acordo com dados de 2021, nos Estados Unidos, os Baby Boomers (pessoas nascidas entre 1946 e 1964) ainda representavam cerca de 21% da população total e detinham aproximadamente 70% da riqueza líquida do país.

É importante fornecer a eles uma experiência de compra online positiva e sem complicações, já que, embora possam não ser tão adeptos à tecnologia quanto as gerações mais jovens, muitos Baby Boomers se adaptaram às compras online durante a pandemia.

Segundo uma pesquisa de 2021 da plataforma de e-commerce Shopify, os consumidores com idade entre 56 e 75 anos representam uma fatia crescente do mercado online, com um aumento de 7% nas compras realizadas por esse grupo em relação ao ano anterior.

Dados mais recentes também indicam que os Baby Boomers estão gastando cada vez mais tempo online.

Segundo um relatório de 2022 da empresa de pesquisa e consultoria eMarketer, os Baby Boomers nos Estados Unidos gastam, em média, 22 horas por semana navegando na internet, sendo que cerca de 25% desse tempo é destinado a compras online.

Portanto, é essencial que as empresas considerem as necessidades e preferências dos Baby Boomers ao projetar suas plataformas de e-commerce, incluindo recursos de acessibilidade, simplicidade na navegação, informações claras e precisas sobre os produtos, suporte ao cliente eficaz e opções de pagamento seguras e confiáveis.


4- Fidelidade:

Com base nos dados mais recentes, podemos observar que a lealdade dos Baby Boomers às marcas ainda é bastante forte, com cerca de 71% participando de programas de fidelidade de marca.

No entanto, é importante destacar que essa lealdade não é automática e depende de fatores como a confiança e a confiabilidade.

Para conquistar a fidelidade dos Baby Boomers, as marcas devem se concentrar em construir a confiança do cliente, oferecendo um serviço ao cliente útil e eficaz.

Além disso, é fundamental oferecer aos clientes várias maneiras de visualizar e comparar produtos, especialmente para itens mais caros, como eletrônicos, joias e móveis.

Ferramentas avançadas, como visualização em 360 graus e superzoom, são essenciais para permitir que os clientes examinem os produtos em detalhes antes de fazer a compra.

E também incluir avaliações autênticas de clientes em diferentes produtos, incluindo comentários positivos e negativos, pode ajudar a aumentar a confiança dos clientes na marca.

Por fim, é crucial tornar cada etapa do processo de compra o mais claro e simples possível, para que os clientes se sintam confiantes e seguros em usar o site ou aplicativo.

Informar o cliente sobre o número de etapas restantes e em qual ponto o cartão de crédito será cobrado pode ajudar a garantir uma experiência de compra tranquila e agradável para os Baby Boomers.


5- Consistência:

Com o avanço do e-commerce, marcas e varejistas estão investindo cada vez mais em criar uma experiência omnichannel perfeita para seus clientes.

Isso não se limita apenas às gerações mais jovens, como os Millennials e a Geração Z, mas também aos Baby Boomers, que são usuários ávidos de mídias sociais, compram online e em lojas físicas.

Para envolver e converter esses compradores mais velhos, é importante criar uma experiência omnichannel sem atritos e coesa.

Se um comprador começa a interagir com sua marca nas redes sociais, mas o caminho para a compra em seu site está quebrado, é improvável que ele conclua a compra.

De acordo com pesquisas recentes, quase 78% dos Baby Boomers são desestimulados quando precisam reiniciar uma conversa com uma marca, o que pode facilmente levar à desistência da compra.

Além disso, cada ponto ao longo da jornada do cliente deve fluir perfeitamente para o próximo, desde os mecanismos de busca até as redes sociais e o site da marca.

É importante fornecer uma rota direta para as páginas de listagem de produtos, produtos semelhantes e checkout, garantindo a consistência em todos os pontos de contato.

Apesar do tamanho de sua população e do nível de poder de compra, os compradores Baby Boomers muitas vezes são negligenciados nas estratégias de experiência do cliente de marcas e varejistas.

É fundamental entender o que esses compradores valorizam em uma experiência do cliente e tornar a tecnologia de e-commerce fácil e intuitiva de usar, fornecendo amplo suporte na tela.

Dessa forma, será possível atrair e converter esse público, impulsionando a fidelidade e as vendas.


Não Segregue os Compradores Baby Boomers!


Apoie a Geração Baby Boomer para Impulsionar a Fidelidade e as Vendas.

Embora a população de Baby Boomers esteja envelhecendo, eles ainda representam um segmento significativo de consumidores que têm alto poder de compra para as marcas e varejistas.

Infelizmente, muitas vezes eles são negligenciados nas estratégias de experiência do cliente em favor da Geração Z e dos Millennials, que ditam as tendências do e-commerce.

Portanto, é essencial atender às preferências dos Baby Boomers e entender o que eles valorizam em uma experiência de compra online.

Dados recentes mostram que a geração Baby Boomer ainda é uma força a ser considerada, representando 32% das vendas no varejo em 2022 e gastando em média US$ 8.200 por ano em compras online.

Por isso, é importante oferecer a eles uma experiência de compra que atenda às suas necessidades.

Para atender às preferências dos compradores Baby Boomers, é fundamental tornar a tecnologia de e-commerce fácil e intuitiva de usar, oferecer suporte e assistência ao cliente, e fornecer uma variedade de opções de pagamento, como cartões de crédito, débito, pix e boletos.

Além disso, é essencial garantir que o processo de checkout seja simples e seguro, e que as informações sobre produtos e serviços sejam claras e precisas.

Ao adotar essas práticas, as empresas poderão atender às necessidades dos compradores Baby Boomers, impulsionar a fidelidade dos clientes e, consequentemente, aumentar as vendas.





29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires

Noté 0 étoile sur 5.
Pas encore de note

Ajouter une note
bottom of page